Cães precisam de cuidados e você como tutor precisa aprender todas essas dicas para ajudar seu pet em sua jornada, um cão tratado de maneira inadequada pode desenvolver estresse, depressão e ser agressivo, para que isso não aconteça você precisa conhecê-lo.

A média de vida de um cão é de 10 a 13 anos, e para ele conseguir viver esse tempo ao seu lado, você precisará ser dedicado e ter muita paciência com o seu pet, porque algumas rotinas eles não vão se adaptar com tanta facilidade, irá precisar de persistência, como a escovação, nem todos os cães gostam, mais é muito importante e ela entra como uma de nossas dicas, confira todas e siga para você poder desfrutar de mais tempo ao lado do seu amigo de quatro patas!

1 – Prepare o ambiente e previna acidentes

Seja para filhote ou adulto, sempre zele pela segurança do seu cão. Prepare o ambiente onde eles irão ficar, para poderem viver livres e sem nenhum perigo, nada de objetos pontiagudos e perigosos. Evite acidentes, todo cuidado é pouco, uma história muito triste aconteceu com cachorro Petey, da raça Pit Bull ele encontrou um saco de salgadinho, conseguiu abrir e começou a comer, porém no final o cão colocou a cabeça no saco para pegar os farelos, cada vez que ele respirava lá dentro o saco ficava mais apertado em sua cabeça, até chegar ao ponto de sufocar o animal. Seus donos resolveram compartilhar essa história, como um alerta e ajudar tutores a prevenir esse tipo de acidente.

Veja sobre a importância de um ambiente seguro para os pets

2 – Considere a Castração

A castração ajuda a prevenir uma série de doenças, aumenta a expectativa de vida e reduz a agressividade. Nas fêmeas previne o câncer de mama e nos machos o de próstata. É uma cirurgia simples e indolor, vale a pena considerar a castração do seu Pet!

Castração de animais – Entenda como funciona e quais os benefícios para seu pet

3 – Vacina em dia

Um cuidado essencial que o seu cão precisa. As vacinas irão proteger seu cão de doenças infecciosas e contagiosas, que podem até ser fatais. A vacina ajuda o sistema de defesa a produzir anticorpos de maneira rápida, para combater os vírus ou bactérias invasoras, por isso a importância das vacinas em dia. Uma dica é sempre pedir para o seu veterinário deixar todas as datas das vacinas anotadas, assim você não esquece e tem o controle!

Vacinação, conheça e entenda a importância de mantê-las em dia

4 – Faça check-ups regulares com seu veterinário

Muitas doenças e até mesmo certos tipos de câncer, são tratáveis se detectados precocemente. Leve seu cão com frequência ao veterinário, para fazer uma avaliação completa. Filhotes de até 1 ano de idade vão precisar de visitas mensais, já cães adultos de 1 a 7 anos, as consultas anuais são suficientes, lembrando que é para fazer uma avaliação completa, não é somente para vacinação. Cães idosos a partir de 7 anos de idade o ideal é levá-lo uma vez em cada semestre.

A importância de check-ups regulares ao veterinário

5 – Escovar os dentes

Cuidar dos dentes do cachorro é importante para prevenir o mau hálito, placa, gengivite e eventualmente doença periodontal, sendo uma infecção bacteriana da boca e tem sido associada a doenças cardíacas e danos a órgãos em cães. Escove regularmente os dentes do seu pet para evitar doenças causadas pela má higiene bucal!

A importância de escovar os dentes dos pets

6 – Suplementação

Suplementação é uma excelente opção para garantir que a deficiência dos nutrientes possam ser corrigidas, não é dar vitaminas extras, mas suprir uma necessidade que o seu cão venha ter. A suplementação deve ser receitada pelo seu veterinário, ele fará exames para saber se seu cão precisa ou não incluir na dieta dele.

Suplementação para cães e gatos – Para que serve e quando utilizar

7 – Evite obesidade

Uma pesquisa feita pela universidade de Liverpool e pelo WALTHAM revela que cães obesos podem viver dois anos e meio a menos do que os cães com peso ideal. O estudo foi feito com base nas 12 raças de cães mais populares e examinou mais de 50 mil cães e notaram que os cães obesos vivem menos que os cães com o peso recomendado.

É importante que o seu cão tenha uma dieta balanceada para garantir sua saúde!

Obesidade em pets, saiba identificar, tratar e prevenir

8 – Mantenha seu cão ativo

Está comprovado que atividade física reduz o estresse, aumenta a endorfina e equilibra o humor e a emoção em pessoas e cães. Levar seu cão para passear ajuda na socialização, evita obesidade e agressividade. Ensine desde pequeno seu filhote a fazer atividade física, mas respeite sempre o seu limite e conforme a idade vai chegando, altere os exercícios para não forçar seu cachorro.

9 – Ofereça água fresca e filtrada

Não ofereça água da torneira, assim você evita contaminações, ingestão de cloro e outros minerais.

Ofereça água mineral ou filtrada para o seu pet, mantenha seu bebedouro limpo e com água fresquinha!

Você deve estar se perguntando qual a diferença da água mineral, filtrada e água da torneira?

A água que vem da torneira, passa por tratamentos químicos incluindo a adição de sulfato de alumínio, cloreto férrico, cloro e flúor. Por esse motivo, as águas que vem da torneira precisam ser filtradas, então a água filtrada nada mais é do que a água que chega até nós pela torneira e passa por um dispositivo filtrante, para que sua qualidade seja melhorada.

Já a água Mineral nasce em solos enriquecidos de sais minerais e vem “filtrada” pela natureza, não necessitando de nenhum processo químico para se purificar.

10 – Examine seu cão toda semana

Assim você consegue detectar com rapidez se tem algo incomodando seu cão, como Otite Canina que é uma inflamação no ouvido que provoca dor, incômodo e pode desenvolver problemas mais sérios se não tratada. Notou que seu cão está balançando a cabeça com frequência, coçando muito a região da orelha e cheiro forte, pode ser Otite.

Observe se não há feridinhas em sua pele, seu cãozinho pode estar com alguma alergia.

Muitas doenças você consegue descobrir no começo. Fique atento a qualquer mudança!

Siga todas as dicas e prolongue a vida do seu pet, dê muito amor e carinho para que o seu cão se sinta protegido, deixe nos comentários suas dicas, vamos ajudar a prolongar a vida dos nossos Pet!

Leave a comment